2 de janeiro de 2016

Homenagem para a minha amiga Déia




O que falar sobre Andréia Gallo, a minha amiga Déia? O retrato da serenidade, da bondade, da delicadeza, da simplicidade, da abnegação, do cuidado com as pessoas ao seu redor. Excelente filha, professora dedicada, esposa amorosa, amiga generosa. Déia, para mim, era um ser superior, sempre tranquila, doce, levando paz para todos que conviviam com ela. Fui aluna de Déia, na UEFS, em 2005, e daí começamos uma amizade que durou 10 anos. Lutei muito para conseguir a pílula contra o câncer para ela, queria tanto que ela aguentasse um pouco mais até a chegada do remédio, mas não foi essa a vontade de Deus. Chorei muito e ainda choro, porque ela se foi, a minha amiga descansou. Quero me lembrar sempre dela como estava na foto acima, bem, contente, sem dores. E levarei comigo as três últimas palavras que ela me disse, quase sussurrando, quando fui visitá-la no sábado, dia 26 de dezembro de 2015, na unidade semi-intensiva: “Eu te amo”. Oh, minha amiga, apesar de eu já ter lhe dito isso algumas vezes, queria muito ter a certeza de que você partiu sabendo que eu também a amava e amo, e o quanto eu queria te ver bem, com saúde, curada. Vá em paz, Déia! Que Deus dê forças ao seu companheiro de 24 anos, Mayrant Gallo, a mim, e a todos aqueles que tiveram o privilégio de sua amizade.


8 comentários:

  1. O que falar? Palavras inimagináveis para confortar o amigo Mayrant, Lidi.
    Requiescat in pace!, para Déia.
    Abraços para você e ele.

    ResponderExcluir
  2. Uma bela homenagem, Lidi. E Déia merece todas as homenagens pela pessoa que era. Muito conforto à alma de Mayrant, para que ele possa suportar esta perda, esta dor com firmeza.
    Márcia Tranzillo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia. Sim, Déia era uma pessoa muito especial, muito amada. Ainda está doendo muito. Mas espero que o tempo possa amenizar a nossa dor e a do nosso amigo Mayrant. Um abraço.

      Excluir
  3. Querida Lidi, você expressou seu carinho e amizade por Andréia, que certamente foi merecedora de todo esse amor fraterno, mas ela também teve a benção de ter uma amiga dedicada e amorosa como você. Você foi abençoada por tê-la como amiga e irmã, ela, abençoada por ter você. Ela foi amada até o último minuto. E isso conta muito. Abraço grande. Flávia Aninger

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras, Flavinha! Um abraço.

      Excluir
  4. Oi, Lidi,
    Há muito que não os arpejos da tua voz...
    Veja se gosta dessa audição:

    https://invers0s.wordpress.com/2016/08/27/inversos-jose-carlos-sant-anna-a-moda-de-portugueses/

    Abraço fraternal,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito, José Carlos. Parabéns! Um abraço.

      Excluir