31 de maio de 2013

O líder













       Resolveu entrar numa empresa de marketing multinível. Começou a ganhar muito dinheiro. Desmarcou todas as partidas de futebol agendadas com os amigos. Pediu demissão do emprego e passava horas e horas convencendo as pessoas a entrarem na sua equipe. Terminou o noivado e colocou o pai num asilo. Deixou de ir ao curso de teatro que tanto gostava e doou todos os seus livros para uma biblioteca. Nunca mais tivera tempo de assistir a um filme, mas a sua rede apenas crescia e ele já podia se considerar um homem afortunado. Aos 72 anos, numa manhã, após sentar-se para gerenciar as empresas MMN, das quais era o líder, teve um ataque cardíaco ali mesmo e, uma semana depois, surpreendentemente, nenhum dos seus mais de dez mil afiliados notaram a sua falta.

12 comentários:

  1. Vestir ou não vestir a carapuça, eis a questão!
    O texto sempre impecável, na medida certa.
    Abraço, Lidi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Carlos, em tempos de baixa nos blogues, você é um dos poucos que ainda me visitam. Obrigada pela leitura e pela amizade. Na verdade, eu acabei de entrar numa dessas empresas de marketing multinível, mas ouvi relatos de que algumas pessoas têm passado por dificuldades em seus relacionamentos, por causa do envolvimento com este tipo de trabalho. Acho perigoso isso. Dinheiro é muito bom, mas a ambição, muitas vezes, se torna nociva. Ela acaba nos distanciando das pessoas e tornando a vida mais vazia, menos poética. Um grande abraço.

      Excluir
    2. Ainda é o único meio de estar com você, Lidi. O carinho, a amizade, o respeito pelo teu trabalho não deixam que me afaste. Cuido, pelos menos agora, para que as minhas atividades profissionais não se sobreponham aos meus sonhos.
      Abraço forte,

      Excluir
    3. Ainda bem, amigo José Carlos. Outro abraço.

      Excluir
  2. Isso aí, caríssima. Abraços fraternos, reais, nada virtuais. Aquele abraço. T

    ResponderExcluir
  3. É bem a cara da vida mesmo, essa incoerente fdp.

    Seu blog está tão bonito!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi, que bom te ver por aqui. Estava com saudades dos seus comentários. O seu blog também está muito bonito! Bjs

      Excluir
  4. No final, somos somente histórias, amores e amizades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, Fabrício. Um forte abraço.

      Excluir
  5. Essa é a dura realidade. Lidi, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Shirley, é sim. Obrigada pela visita. Bjs

      Excluir