30 de janeiro de 2011

















EPIFANIA

Me vesti de primavera,
pintei o meu rosto
e fui sorrindo
me encontrar.

Você depositou em mim
o teu olhar seguro,
adormeci nos teus braços
e, só assim,
pude sonhar.

Sonhei que era uma rocha
pronta a enfrentar
a correnteza do rio.

Mas uma brisa passou
e eu despertei:
nua, sentindo frio.

15 comentários:

  1. Amiga, você consegue captar uma belíssima tristeza! Afinal, "tudo é vento e disfarçar", né?

    ResponderExcluir
  2. Lidi, muito lindo!
    Nunca mais tinha lido um poema que me impressionasse intimamente...
    Super beijo.

    ResponderExcluir
  3. Lidi,
    Adorei!
    Apesar do frio, ainda somos rochas!
    Saudades!!

    ResponderExcluir
  4. Um poema de amor, porque o "amor é a coisa mais alegre / o amor é coisa mais triste / o amor é a coisa que mais quero". Queremos, né?, Lidi. Beijos, M.

    ResponderExcluir
  5. Lidi, caríssima, não sei em que medida meu comentário pode contribuir para ressaltar ainda mais a excelência do seu poema. Tanto gente boa lê e comenta, sou apenas mais um na multidão. Mas fica registrado meu entusiasmo e satisfação por esse banho tão generoso de sensibilidade. No mais, aquele abraço. T

    ResponderExcluir
  6. Lidi,

    Seu poema é uma bela 'Epifania'.
    Nosso amigo "Anônimo" já dissera, que você continue nos brindando com seu poema, que tem cada vez mais excelência.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. me visto de verão
    pelas ruas da Bahia

    mas não engano ninguém.

    ResponderExcluir
  8. A brisa passa e a sua poesia fica :)
    que bonita, Lidi.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. É incrível mesmo como você consegue tocar nas pessoas com palavras lapidadas. Pode ser as piores palavras (se é que existem), elas dizem as melhores coisas, e melhor: que ninguém as tinha dito.
    Adoro sua escrita. Quero ler livros teus logo...
    "Mas uma brisa passou
    e eu despertei:
    nua, sentindo frio."

    ResponderExcluir
  10. Realmente Lidi sua poesia é fantástica.
    Pode investir que tenho certeza que vc é uma garota de sucesso e quando sair teu livro me avisa, beijão. Eliangela

    ResponderExcluir
  11. Belo, belo, lidi. Poesia da pele!!!

    ResponderExcluir
  12. Lidi!
    Vi lá no facebook que Chorik compartilhou um poema lindo!
    Voltei aqui só pra dizer que sinto falta disso tudo!
    Obrigada pelos parabéns! Fiquei feliz!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Lidi,

    Me dei asas e estou sobrevoando sua escrita, e lá vou eu me inundando nos vales da sua poesia...
    Abr.,
    José Carlos

    ResponderExcluir