12 de abril de 2010












MEU MEDO

Todos os dias, caminho
sobre pedregulhos
e espinhos.

Meus pés estão gritando
precisam de repouso.

Mas eu não pouso.

Tenho medo de me acostumar
à insuportável idéia
de viver sepultada
num mesmo lugar.

17 comentários:

  1. este medo tem razão de ser, é tenebroso!

    ResponderExcluir
  2. Vira essa boca pra lá! Muda de caminho! Certeza que há passos menos doloridos!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse medo é bom.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Tem muito de vc no poema. Posso me enganar, mas senti vc inteiramente.

    ResponderExcluir
  5. De tempos em tempos você nos presenteia né menina!

    ResponderExcluir
  6. Isso mesmo, Lidi, continue a caminhada - ela sempre vale a pena. :-) Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Lidi, belo espaço!

    meus caminhos se encontram com o seu por aqui, te sigo!

    abraço

    ResponderExcluir
  8. Li seus textos de cinema, fantásticos!

    Sou fã incondicional e acho Encontros e Desencontros um belo filme, altamente reflexivo!

    Te linkarei ao meu espaço também

    Se puder, poste mais sobre filmes!

    ResponderExcluir
  9. Lidi, obrigado pelo retorno!

    seu blog está bem aberto aqui, estou lendo aos poucos, pois acho essencial conhecermos bem e um pouco mais da "casa" do blogueiro, antes de sair seguindo ou mesmo linkando ao nosso, não acha?

    seu blog me cativou e fico grato que o meu, de alguma forma, tenha te chamado atenção.

    Espero que, se possível também, leia meus arquivos e leia um pouco do todo do meu espaço, creio que tenha filmes por lá que você possa se interessar...quem sabe não trocamos sempre informações cinéfilas? é legal essa troca sadia...acima de tudo, cultural!

    Se quiser também, pode me linkar aqui a sua lista de blogs amigos, tá? prazer!

    Volto sempre aqui...é de Salvador?

    ResponderExcluir
  10. Tenho orkut, sim. Me procure por lá: Cristiano Contreiras

    Ah, manda teu msn que te adiciono agora e vamos nos falando!

    Viva o cinema, a integridade blogueira e o manifesto de cultura literária!

    abraço

    ResponderExcluir
  11. li e reli várias vezes. muitíssimo bom! parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Maravilhoso ainda não conhecia seu blog é otimo, esse é o poema que me identifiquei mais, simples e de uma profundidade magnifica, bjos

    ResponderExcluir
  13. bom, Lidi gostaria de saber se vc me permite por o seu poema no meu perfil do orkut a tempos estou a procura de algo com significado e seu poema é perfeito, bjks

    ResponderExcluir